Saúde

Cuidados com a Gengiva

 

Apoc. 3:11-Venho em breve! Guarda o que tens, para que ninguém tome a sua coroa.

Você costuma cuidar das suas gengivas? A prevenção de doenças da gengiva — também chamadas de periodontopatia — é fundamental para nossa saúde. Ter saúde bucal é importante tanto na aparência, autoestima, como na saúde geral de seu corpo. Além disso, uma boca saudável é também aquela que proporciona uma boa mastigação — que consequentemente trará uma boa digestão e uma melhor absorção dos nutrientes.

Placa Bacteriana

Na boca existem bactérias que ficam juntas e formam a chamada placa bacteriana. A placa bacteriana é a principal causa de cáries e das doenças da gengiva (gengivite e periodontite).

A placa bacteriana é uma película transparente que se forma sobre a superfície dos dentes e ao redor da linha das gengivas. Ela é composta por uma colônia de bactérias que decompõem o açúcar e os restos alimentares acumulados, produzindo ácidos que atacam os dentes e a gengiva.

Gengivite

Gengivite é uma inflamação da gengiva. A causa direta da doença é a placa bacteriana — aquela película viscosa e incolor de bactérias que se forma, de maneira constante, nos dentes e na gengiva.

Se a placa não for removida pela escovação e uso do fio dental diário, ela produz toxinas (ácidos) que irritam a mucosa da gengiva causando a gengivite. Neste estágio inicial da doença gengival, os danos podem ser revertidos, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo que segura os dentes no lugar ainda não foram atingidos. Entretanto, se a gengivite não for tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes.

Os sintomas clássicos da gengivite incluem gengiva vermelha, inchada e sensível que pode sangrar durante a escovação. Outro sintoma é o recuo ou retração da gengiva, conferindo aos dentes uma aparência alongada. A doença gengival pode formar bolsas entre os dentes e a gengiva, onde se acumulam restos de comida e placa. Algumas pessoas têm mau hálito frequente ou sentem gosto ruim na boca, mesmo se a doença não estiver em estágio avançado.


Acesse: Penta Moveis


Como posso prevenir a gengivite?

Uma boa higiene bucal é essencial. A limpeza profissional também é extremamente importante, pois uma vez que a placa se acumule e endureça (ou torne-se tártaro), apenas o dentista pode removê-la.

Tratamento e Prevenção

  • Escovação correta e uso apropriado do fio dental para remover placa e restos de alimentos
  • Alimentação correta para garantir nutrição adequada
  • Evitar cigarros e outras formas de tabaco
  • Ir ao dentista regularmente

Periodontite

A placa bacteriana, com o tempo, poderá se mineralizar, formando o chamado tártaro ou cálculo gengival. Juntos, a placa e o tártaro deslocam as gengivas através da destruição das fibras gengivais. Se não for tratado, a estrutura óssea que sustenta o dente poderá se comprometer e, em longo prazo, poderá ocorrer a perda do elemento dental. Esse abalo da estrutura óssea é denominado de periodontite.

São sinais da periodontite:

  • Inflamação persistente
  • Reabsorção (perda) óssea
  • Presença de bolsas periodontais
  • Presença de pus
  • Mau hálito

Na periodontite dificilmente o paciente vai sentir dor. Justamente por este motivo, não se percebe a destruição que está ocorrendo durante este processo. Só se percebe quando algum dente envolvido nesta condição começa a apresentar mobilidade, ou seja, quando o dente fica mole.

Como Cuidar da Gengiva

Higienização da Boca

Para a prevenção da cárie e da doença periodontal (gengivite e periodontite), é necessário que se faça uma completa remoção da placa bacteriana, através de uma correta escovação. Para higienização, é recomendado consultar o dentista para informar-se qual a melhor escova dental para cada caso. A escovação deve ser feita de 2 a 3 vezes ao dia.

Fio Dental

O uso do fio dental é essencial, pois remove a placa bacteriana e alimentos que ficam entre os dentes e abaixo das gengivas, onde a escova não pode alcançar. Utilize o fio dental uma vez ao dia.

Utilize o fio dental da seguinte forma: Enrole aproximadamente 50 cm de fio dental nos dedos médios, segurando-o com o polegar e o indicador. Passe o fio dental esticado entre os dentes, nos sentidos horizontal e vertical alternadamente. Penetre um pouco o fio na gengiva e deslize-o em movimentos suaves. Logo no início, passar o fio dental pode parecer um tanto incômodo. Mas insista! Com apenas um pouco de paciência e um pouco de prática, isto se tornará tão natural como escovar os seus dentes.


Balas de Coco Alagoana


Cremes Dentais

Como auxiliar na escovação temos as pastas dentais. Estudos na literatura científica demonstraram que a efetividade da remoção de placa bacteriana é 70% maior quando se usa as pastas dentais. A escolha de uma pasta dental é muito importante, mas sempre siga a orientação do seu dentista para saber qual é recomendada.

Enxaguatórios Bucais

Como auxiliar também na escovação, existem os enxaguatórios bucais, que devem ser utilizados durante o tratamento odontológico, de acordo com a prescrição feita pelo dentista e que, de acordo com o quadro clínico, orientará quanto à forma e ao tempo de uso.

Os enxaguatórios bucais são substâncias químicas que atuam nas bactérias presentes na cavidade bucal, sendo utilizados para auxiliar no controle e na redução da formação da placa bacteriana.

Caso não esteja fazendo um tratamento, os enxaguantes bucais devem ser usados com critério, de 2 a 3 vezes por semana.

Além disso, é importante frisar que os enxaguatórios são produtos coadjuvantes no combate à placa bacteriana. Eles não substituem de maneira alguma o uso da escova de dentes e nem o fio dental!

Alimentação

A dieta é muito importante para a prevenção de doenças gengivais, além de ser essencial na nutrição dos maxilares, tecidos gengivais e dentes.

O excesso de açúcares e bebidas ácidas, como os refrigerantes, podem desmineralizar os dentes. O açúcar também colabora significativamente na formação da placa bacteriana. Portanto a ingestão do açúcar (carboidratos) deve ser controlada. Caso coma muito doce, o ideal é fazer uma escovação para evitar que esse açúcar fique na boca por muito tempo.

Visita ao dentista

Essa é a maior prevenção que se pode fazer, pois o dentista vai fazer uma avaliação completa para saber a condição da sua saúde bucal.

A limpeza dental (profilaxia) realizada pelo dentista no consultório odontológico é extremamente importante, pois caso a placa bacteriana se acumule e endureça na superfície do dente, formará o tártaro e apenas o dentista poderá removê-la.

Cuide da sua gengiva e de seus dentes, sua saúde agradece!

Acesse: www.cedovenho.com.br-www.facebook.com/portalcedovenho-twitter.com/ContatoCedo
Fonte: belezaesaude – Ouça: Web Rádio Cedo Venho – 09/12/2017

COMENTÁRIOS – O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar