Notícias Internacionais

Cristã é envenenada ao comer presente de vizinha muçulmana em Uganda

Uma mulher muçulmana, de Uganda, admitiu ter envenenado intencionalmente uma cristã, mão de cinco crianças, com  comida que havia oferecido de presente. As informações são da Morning Star News.

Nafamba Bongo Madina, a mãe e suas cinco crianças pequenas receberam presentes como açúcar, sal, sabão, caixas de fósforo, amendoim e óleo de cozinha de Taaka Hajira, uma mulher muçulmana que morava na vizinhança, na aldeia de Gayaza.


JD Informática


Madina usou o óleo para preparar um pouco de comida e, milagrosamente, descobriu que havia sido envenenada antes de servir à família. “Quando ela começou a gritar, já estava continuamente vomitando, liguei para um táxi e apressei-a. Ela descobriu que ela havia sido envenenada”, explicou um membro da família.

Madina passou a noite na clínica e teve alta na manhã seguinte. Os testes confirmaram que o óleo de cozinha tinha sido envenenado. Após o acontecido, o líder da aldeia, John Guloba, questionou Hajira depois de receber notícias sobre o incidente.

Hajira confessou e foi acusada de tentativa de assassinato. Ela ainda pediu perdão. Hajira informou que o culto que era realizado semanalmente na casa de Madina estava perturbando ela e outros vizinhos muçulmanos, mas a casa de Hajira fica a quase 300 metros de distância.

Apesar da natureza séria das ações de Hajira e do perigo que colocou Madina e sua família, a aldeia está buscando silenciar a tensão religiosa e não está informando o incidente à polícia.

O marido de Madina morreu há dois anos, pouco depois de se converterem do Islã para o cristianismo. Seus filhos, todos menores de 15 anos, teriam sido provocados por seus vizinhos muçulmanos e rotulados como “infiéis”.

Fonte: Hello Christian – 13/03/2018 – 00:00
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar