Igreja Perseguida

Cemitérios cristãos na Argélia são vandalizados

Dois cemitérios cristãos foram vandalizados na Argélia nas últimas semanas, relata o site de notícias nacional Algerie Monde Infos.Mais de 30 túmulos foram profanados no cemitério La Reunion War, em Oued Ghir, cidade perto de Bugia, na última semana por um grupo de jovens, de acordo com uma fonte. Os responsáveis quebraram lápides e reviraram túmulos.

O ataque ocorreu depois que outro cemitério em Ain M’lila, perto de Constantina, foi vandalizado algumas semanas atrás. O cemitério de Oued Ghir é comunitário e contém em maior parte túmulos de mortos durante a Segunda Guerra Mundial. As lápides continham os nomes dos soldados, bem como informações como país de origem e também uma cruz.

“Nós nunca soubemos de tais atos de profanação”, o major Yacine Remdani disse ao site de notícias El Watan. “Eu tenho mais de 50 anos e é a primeira vez que vejo tal ato”, um morador acrescentou, apesar de objetos terem sido roubados anteriormente do cemitério.

Conteúdo Publicitário

Acesse! www.refugioemcasa.com.br Acesse! #refugiopizzaria   

📞98866-0042 

De acordo com o El Watan, há suspeitas de que a profanação dos túmulos pode ter motivação islâmica.

Igrejas e cristãos na Argélia, que tem maioria muçulmana, têm enfrentado aumento na perseguição nos últimos meses, resultando em um pedido da ONU ao governo que fosse garantido o completo exercício da liberdade de pensamento, consciência e religião para todos. A Argélia está classificada na 42ª colocação da Lista Mundial da Perseguição 2018, que classifica os 50 países onde é mais difícil viver como cristão.

Pedidos de oração

–    Ore pelos cristãos do país, que eles possam estar fortalecidos em Cristo apesar do aumento da perseguição.

–    Peça pela segurança deles e dos lugares que frequentam.

–    Interceda pelos muçulmanos locais, que eles possam ter um encontro com Jesus e terem suas vidas transformadas.

Fonte: Portas Abertas – 18 de Setembro de 2018

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar