DestaqueNotícias Internacionais

Cristãs são abusadas sexualmente em Bangladesh e autoridades se omitem

Um dos abusadores foi o diretor de uma escola, mas por ser uma pessoa influente os policiais não registraram a denúncia.

Nos últimos dias, cristãs foram abusadas sexualmente em Bangladesh. Segundo informações do site AsiaNews, uma garota de 15 anos e uma mulher, mãe de três filhos, foram as últimas vítimas identificadas.

A violência foi divulgada pelo AsiaNews e aconteceu no início do mês. A mãe de três filhos relatou ter sido levada por dois homens muçulmanos disfarçados como policiais. Segundo o relato da vítima, eles a amordaçaram e prenderam. Os abusadores se revezaram para violentá-la.

Um suspeito, chamado Efran, foi localizado por membros da comunidade cristã e entregue à polícia.

Já com a garota de 15 anos o responsável foi o diretor da escola, Abdur Satar. De acordo com o pai dela, a menina foi ao diretor para pedir ajuda com a lição de casa, quando ele tocou suas áreas íntimas e quis violentá-la.

A cristã conseguiu escapar. O pai acrescentou ainda que o diretor “é uma pessoa influente na comunidade, por isso a polícia não queria nem mesmo registrar a denúncia. Então alguns jornalistas e líderes locais pressionaram os agentes até registrarem o caso”.

O presidente da Associação Cristã de Bangladesh no distrito de Sirajganj, Nikhil Khaka, pediu por uma punição exemplar para o diretor. Além disso, acrescentou: “Nós sabemos que ele abusou de muitas garotas no passado, mas nenhuma ousou denunciar. Cristãos parecem fracos e então podem ser facilmente perseguidos”, finalizou.

Fonte: Portas Abertas – 24 de Novembro de 2018

COMENTÁRIOS – O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar