DestaqueEntretenimentoMúsica

Após 33 anos, “Som do Céu” é cancelado

Evento, realizado pela Mocidade Para Cristo (MPC) seria nos dias 18 a 21 de Abril. “Entendemos que há um tempo certo para todas as coisas”, diz o post publicado pela organização

Pela primeira vez em 33 anos, o tradicional “Som do Céu” foi cancelado. A notícia foi divulgada através de um comunicado oficial da Mocidade Para Cristo (MPC), que realiza o evento, pelas redes sociais. “Gostaríamos de comunicar de maneira oficial aos nossos amigos e parceiros que a realização do Som do Céu será cancelada nesse ano”, diz o post.

O evento seria realizado entre os dias 18 a 21 de abril. E tradicionalmente acontece no Acampamento MPC, em Nova Lima (MG). Região onde está localizada uma barragem da Vale, a Mina Mar Azul, na comunidade de Macacos, que corre o risco de se romper. E como medida preventiva, cerca de 200 moradores tiveram de deixar suas casas.

Um relatório divulgado pela Defesa Civil de Nova Lima no dia 17 de fevereiro, apontou que o Acampamento da MPC estava fora da rota da lama, no caso de um possível rompimento e que “o local estaria seguro”. Mesmo assim, a instituição resolveu não realizar o evento.

“Não é possível mensurar o impacto negativo que a mídia causou por ocasião da cobertura da evacuação de famílias em Macacos, por causa do perigo de rompimento da barragem. Embora o Acampamento esteja fora da rota da lama, muitos clientes cancelaram suas agendas no acampamento. Isso causou muito prejuízo financeiro. Porém, a MPC não pode correr risco de mais um prejuízo”, explicou Marcelo Gualberto, diretor executivo da MPC Brasil à Comunhão.

O “Som do Céu” é tradicional no meio evangélico do Brasil. Evento acontece há 33 anos. A organização entende que “Deus está no controle de tudo. Acreditamos no propósito do Som do Céu, mas entendemos que há um tempo certo para todas as coisas. Pedimos a todos que intercedam por esse momento difícil que estamos vivendo com os moradores da região, pois os prejuízos financeiros são imensuráveis. Mas o mais importante é a segurança de todos”, diz a nota da instituição.

SOBRE O SOM DO CÉU

Evento é realizado pela Mocidade Para Cristo (MPC) sempre no feriado da semana santa, em abril. Antes de se tornar “Som do Céu”, se chamava “Acampáscoa”. Em 1985 foi realizado o primeiro “Som do Céu”. O objetivo é trazer uma música de qualidade, com conteúdo e mensagem para a juventude.

Já passaram pelo palco do “Som do Céu” bandas e cantores de referência na música crista como João Alexandre, Nelson Bomilcar, Jorge Camargo, Banda Sá, Grupo Logos e Vencedores, Carlinhos Veiga. Outros que também marcaram época e participaram do evento como Rebanhão e Companhia de Jesus não existem mais.

Um diferencial do “Som do Céu” é que ele é realizado dentro de um circo. “É que quando começou o salão não cabia as pessoas, resolvemos fazer no circo, o povo gostou e acabou ficando assim. Não foi planejado. É uma marca registrada do evento”, explicou Marcelo.

Segundo Marcelo Gualberto, 900 pessoas já participaram do Som do Céu, mas hoje o público diminuiu. “O Som do Céu envelheceu, pois a música que curtíamos nas décadas de 70 e 80 eram cantadas nas igrejas e hoje não é mais por conta da mudança do cenário musical. Mas nunca perdemos nosso alvo que é levar música com essencia, conteúdo e mensagem, que afirmam aquilo que acreditamos.”, esclareceu.

http://comunhao.com.br/som-do-ceu-cancelado/

Fonte: comunhao – 09 de Março de 2019

COMENTÁRIOS – O conteúdo dos comentários abaixo é de responsabilidade de seus autores e não representa a opinião deste portal.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar